foto1
foto1
foto1
foto1
foto1
Fiscalização Preventiva Integrada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Manter o meio ambiente conservado e livre do lixo, que deve ser adequadamente descartado por todos os cidadãos. Foi esta a principal lição aprendida por 60 alunos do Instituto Amigos da Natureza (INAN) na manhã desta sexta-feira (9), nas margens do rio Coruripe. Eles participaram de um mutirão de limpeza, na cidade que dá nome ao rio, promovido pela Fiscalização Preventiva Integrada da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (FPI do São Francisco).
 
Cerca de 300 Kg de lixo foram recolhidos pelas crianças, que se espantaram com a quantidade de material descartado incorretamente. Segundo Pedro Normande, gerente de educação ambiental do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e coordenador da equipe de Educação Ambiental da FPI, a ideia é contribuir para a preservação do meio ambiente por meio da conscientização dos jovens. "Nosso objetivo é mostrar para as crianças o quanto descartar incorretamente o lixo pode ser prejudicial para o meio ambiente. Recolhendo o lixo, descobrirão sobre importância da biodiversidade existente no local onde eles vivem. Ou seja, além de contribuir para meio ambiente saudável, a ação é uma ferramenta que auxilia no crescimento da consciência ambiental dos pequenos cidadãos", disse.
 
Ele ainda destacou que o lixo afeta diretamente a fauna da região. "Os animais confundem o lixo, de qualquer tipo, com alimento. O que torna ação de descarte incorreto de resíduos sólidos algo ainda mais irresponsável. Temos que sensibilizar estas crianças para que elas se tornem agentes multiplicadores e consigam mostra ao adultos a importância de se destinar corretamente o que já não serve mais", afirmou.
 

Galeria de fotos

Ministério Público do Estado de Alagoas - Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação